007 – VIVA A DIFERENÇA

João Leite foi um dos fundadores de Atletas de Cristo no Brasil juntamente com Baltazar e outros irmãos. Certo dia, estava falando em uma igreja sobre o trabalho evangelístico com os atletas e ao encerrar um dos dirigentes orou por ele da seguinte maneira: Senhor abençoa o João Leite com um bom trabalho pra que ele possa deixar o futebol. Toda igreja havia captado a importância do esporte para evangelizar, menos o dirigente.

Todos nós devemos compreender o amor de Cristo por nós. Se não entendermos seu amor, não entenderemos qual é o nosso dever. Viver como uma equipe e lutar em unidade contra o inimigo.

Nesta equipe (a palavra de Deus chama de “Corpo de Cristo”) somos todos necessários. Ninguém pode menosprezar o outro.

Cristo morreu por todos: não somente pelos que pensam e atuam como nós. Precisamos compreender uns aos outros. Precisamos aprender a viver como um corpo.

O que murmura contra a própria equipe,não merece estar nela.

Leia  l Tessalonicensses Capítulos 2 e 3.

006 – BOICOTE

Nos Jogos Olímpicos de Montreal, as Nações Africanas se negaram a participar. Nos jogos de Moscou (1980), foram as Nações Ocidentais e os EUA. Nos Jogos de Los Angeles (1984), foi a URSS que não participou.

Sempre por motivos políticos, os dirigentes das Nações impedem seus atletas de participarem de determinada Olímpiada, e com isto os privam da glória e dos prêmios.

São os “deuses” deste mundo, capazes de destruir os sonhos de milhares de pessoas unicamente por decisões arbitrárias.

Esses inimigos podem nos privar de nosso prêmio espiritual, se cedermos as suas pressões, se permitimos que governe nossa vida.

Nas olímpiadas da vida espiritual, o materialismo nos impedem de participar e vencer.

Devemos estar dispostos a lutar contra todos que querem boicotar nosso prêmio, seja interior ou exterior. Deus nos dá vitória nesta luta também.

O ÚNICO BOICOTE VÁLIDO, É O BOICOTE AO MAL

Leia Colossensses cap. 2 e Gênesis caps. 14 e 15.

005 – TODOS TEM VALOR

Todos os bons atletas têm bons admiradores. Mark Jackson, um  dos que serviram como base do time de Nova York, tem um admirador muito especial: seu irmão. Ele limpa a quadra onde jogam.

Cada vez que um atleta cai nesse chão e o ensopa de suor, é o irmão de Mark que aparece pra fazer seu trabalho.

A admiração sincera é o melhor antídoto contra a inveja. Você pode estar pensando agora: é necessário falar de inveja dentro da própria família? Pode crer que sim. Nossa limpeza de coração começa quando sabemos admirar e não invejar os demais, começando por nossa própria família, nossos amigos, nossos conhecidos.

Quando algo de bom acontece a outra pessoa você é o primeiro a se alegrar? Às vezes cometemos o erro de nos achar importantes por aquilo que fazemos. Mas, devemos aprender que o que sua a camisa é tão importante quanto o que limpa o suor.

Olhe ao seu redor, e faça a lista você mesmo! Existem muitas pessoas a quem devemos admiração e gratidão.

LEIA JOSUÉ CAPITULOS 23 E 24.

004 – A ORAÇÃO VAI LONGE

Como são importantes as pessoas que buscam o bem dos demais!

Na maioria das vezes, nós buscamos mesmo é ser admirados. Queremos ser as pessoas que fazem as coisas, os que fazem os gols. Mas num time, muitas veses, é mais importante a pessoa que passa a bola, o que busca o bem de todos.

A melhor forma de ajudar um companheiro é orar por ele. Orar é conversar com Deus, falar com Ele. É contar-Lhe sobre os problemas, dificuldades e situação que atravessamos na vida. É agradecer pelo que Ele faz por nós, é adorá-Lo. Mas orar também é interceder por outros:ter em nossa mente e em nosso coração os demais “companheiros de time”, os demais irmãos.

A Bíblia diz que quando oramos pelos demais, estamos trabalhando com eles. Em ll Coríntios 1:11 tá escrito: E assim glorificamos a Deus, porquanto ensinamos ao mundo que nos preocupamos uns com os outros.

ORAR A DEUS PELOS DEMAIS É A MELHOR FORMA DE AJUDÁ-LOS

003 – PRONTO PARA O QUE DER E VIER

Muitas vezes as pessoas dão uma importância muito excessiva ao time titular num determinado esporte. Pensam que, se têm uma boa equipe, podem ganhar.

Em alguns esportes, como por exemplo no basquete, é óbvio que os 5 que iniciam a partida têm uma grande importância, mas se não houver bons reservas, é difícil ganhar todos os jogos. Na NBA, inclusive, foi instituido um troféu anual ao melhor jogador reserva da temporada, o melhor sexto homem.

Nos últimos anos, um só jogador conseguiu ganhar várias veses: Kevin Mchale, o famoso homem dos Celtincs de Boston. Sua ajuda na conquista de vários titulos da NBA sempre foi fundamental, apesar de não ser titular. Por isso, é importante estar sempre preparado.

Na Bíblia encontramos vários exemplos de pessoas preparadas para aproveitar as oportunidades: Josué substituiu Moisés, Elizeu a Elias, Samuel a Eli e muitos outros…

E você, está preparado? Não espere que Deus o use se não estiver preparado.

UM BOM RESERVA É AQUELE QUE PODE JOGAR TÃO BEM QUANTO O TITULAR, SÓ QUEM ESTÁ PRONTO PRA LUTAR, TEM DIREITO DE FAZÊ-LO.

Leia os livros de Deuteronômio cap. 21 e ll Reis cap. 2